terça-feira, 12 de outubro de 2010

Do tempo...

To procurando o tempo. Ele se perdeu de mim não sei onde. Em algum lugar do espaço, das horas.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Dos medos

Tenho vantagens com a solidão.
Mas a verdade é que me amedronta
e me machuca.

Das inseguranças

Naquela noite,
com o olhar desajeitado,
não sabia onde me por...
Foi uma insegurança
gostosa e tensa.

Dos espinhos

Foi num estalar de dedos
que a situação se converteu para mim.
Os espinhos que a mim jogou,
agora machucam os teus pés.

Olhar...

Num olhar envergonhado -
vidas se cruzam,
corpos estremecem,
respiração acelera,
um torpor de calor e prazer
circunda a alma
e faz tudo flutuar -
nada mais precisa ser dito.